Potigás prorroga bônus de R$ 1,5 mil para conversão de veículos para o GNV no RN

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) prorrogou, até o dia 29 de dezembro, o programa de incentivo para conversão de veículos para o Gás Natural Veicular (GNV) no Rio Grande do Norte. A campanha foi iniciada no dia 2 de outubro e está ofertando um bônus de R$ 1.500 para os primeiros 200 veículos convertidos aos equipamentos das últimas gerações (5ª e 6ª), como consta no regulamento..

Os motoristas devem atender plenamente aos pré-requisitos estabelecidos pelo regulamento, que está disponível no site da Potigás. O bônus será depositado diretamente em uma conta bancária de titularidade do participante.

Estão aptos a receber o bônus de R$ 1.500 os motoristas que adquirirem e instalarem, nas oficinas registradas no Inmetro, kits de 5ª e 6ª geração novos e cilindros novos.

Os participantes deverão procurar exclusivamente uma das oficinas instaladoras com registro válido no site do Inmetro, cuja lista consta no site.

Para comprovação da conversão, as Notas Fiscais Eletrônicas dos serviços deverão ser emitidas em nome do proprietário, seja em pessoa física ou pessoa jurídica, e deverão estar conforme a legislação vigente, cumprindo os requisitos exigidos pelas prefeituras.

Os documentos pessoais e do veículo (apontados no regulamento do programa) devem ser entregues pelo motorista em um envelope devidamente fechado e identificado na sede da Potigás, no horário das 8h às 11h e das 14h às 16h.

Em Natal, Potigás funciona na avenida Prudente de Morais, 675, bairro Tirol. Em Mossoró, a Companhia funciona na rua Doutor João Marcelino, 1540, bairro Abolição I.

De acordo com a última pesquisa de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizada entre os dias 19 e 25 de novembro, o GNV garante uma economia de 40% com relação ao etanol e de 31% com relação à gasolina.

Em números práticos, com um abastecimento de R$ 50 com o GNV, o motorista consegue percorrer até 136 quilômetros. Quando o abastecimento é feito com o mesmo valor de gasolina, essa distância cai para 93 quilômetros, e para 81 quilômetros após abastecimento com etanol.

Além da economia, o GNV engloba uma série de vantagens, como sustentabilidade, pois é o que menos emite poluentes entre os combustíveis fósseis. A segurança é redobrada com o abastecimento do veículo sendo feito sem que o produto entre em contato com o ar, evitando a possibilidade de combustão. O motorista conta ainda com a versatilidade, já que o kit de conversão torna o veículo bicombustível.

O GNV também contribui para o aumento da vida útil do motor do carro e o intervalo da troca de óleo, já que não provoca depósitos de carbono em suas partes internas. O escapamento ganha sobrevida pois a queima do combustível não gera a formação de compostos de enxofre.

Fonte: g1 RN