(84) 9 9986-1150

Noivos são roubados após casamento: ‘Levaram até refrigerante’

“Melhor dia e pior noite da minha vida”. É dessa forma que a auxiliar administrativo Nataly Ester Correa da Silva, 20, resume o dia de seu casamento. Após a festa, ela e seu marido, o pedreiro Maurício Santos Marques, 24, foram assaltados por quatro homens em 6 de agosto.

Os criminosos levaram presentes embrulhados, documentos, celulares, as alianças e até refrigerante que havia sobrado. Nataly contou que a ação do grupo foi rápida. Antes de serem abordados, seu noivo perguntou se ela preferia passar a noite de núpcias em casa ou já viajar para Campos do Jordão, onde eles passariam a lua de mel.

“Não deu nem tempo de responder, quando a gente parou o carro na frente de casa, eles abordaram com as armas, saímos do carro e levaram tudo”, relembra a noiva.  O veículo roubado havia sido alugado para o casal usar no dia do casamento e para viajar na lua de mel. Dias depois do assalto, o veículo foi encontrado em um bairro vizinho, mas sem os itens. “Eles só deixaram para trás a chave de casa e a tábua do bolo”, conta.

Também foi levado o dinheiro da gravata — brincadeira feita em casamentos para arrecadar dos convidados valores para a lua de mel. E, devido ao assalto, o casal mal sabe quantos e quais presentes ganharam, que foram todos levados. Ao todo, Nataly e Maurício estimam um prejuízo mínimo entre R$ 5 mil a R$ 7 mil.

O caso foi registrado no 2º DP de Suzano. À reportagem, a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) informou que as autoridades investigam a situação para localizar e identificar os suspeitos.  Antes de registrar o boletim de ocorrência, a noiva foi para casa de sua mãe contar o ocorrido. “Fiquei tão nervosa, porque nunca tinha visto uma arma de perto e eles foram muito grossos com meu marido. Quando comecei a falar para minha mãe, desmaiei. Ainda não estou 100%, porque é um trauma”, explica.

“O bairro estava perigoso, mas até então a gente nunca espera que vai acontecer. A gente ainda estava com o terno e vestido, eu não tinha nem tirado o salto e fui assim mesmo para delegacia registrar o boletim de ocorrência.”, disse Nataly Ester. Traumatizados, sem documentos e dinheiro, o casal adiou a lua de mel.

“Ninguém espera dormir separado no primeiro dia depois do casamento e a gente viveu isso. Vem quatro pessoas e destroem seu dia”, desabafa Nataly.  Ela relembra que no momento do assalto só ficou com um pão de forma e uma planta suculenta, que foi a lembrancinha do casamento. O casal organizava o casamento desde o ano passado e estão juntos desde 2020.

UOL

Postado em 15 de agosto de 2022 - 11:30h