(84) 9 9986-1150

Mulher faz abdominal, sente dor no peito e descobre câncer raríssimo

A australiana Jessica Slee, de 35 anos de idade, treinava com o seu personal trainer normalmente quando, depois de fazer um exercício abdominal, começou a sentir uma dor no peito. Ela acreditava que era um desconforto muscular comum — porém, a dor não passou depois de vários dias. Jessica, que é enfermeira, decidiu procurar um médico. O profissional pediu uma série de exames, mas não acreditava que era algo sério, já que a mulher era jovem e saudável.

Depois de passar por vários testes, os médicos encontraram um tumor benigno próximo ao coração que precisava ser retirado. Porém, uma biópsia feita nos fragmentos coletados durante a cirurgia mostrou que Jessica tinha dois tipos de câncer ósseo ao mesmo tempo, o fibrossarcoma epitelióide esclerosante e osteossarcoma de alto grau. O quadro é chamado de “câncer híbrido” e é considerado extremamente raro.

Segundo os profissionais de saúde responsáveis pelo caso, Jessica era uma das 20 pessoas do mundo e a única da Austrália a ter os dois cânceres ao mesmo tempo. O diagnóstico foi feito em 2014 e, felizmente, o tratamento funcionou. O câncer diminuiu e a mulher, recém-casada, foi autorizada a ter filhos em 2016. Ela deu à luz duas crianças.

Volta do câncer
Em 2019, Jessica recebeu a notícia de que o câncer havia retornado. Ela conta que, desta vez, os médicos já não tinham esperanças de curá-la. Mas, mesmo assim, foi realizada uma cirurgia para tentar retirar o novo tumor. No procedimento, os cirurgiões removeram parte do osso esterno e diafragma, e reconstruíram a parede torácica da paciente.

Apesar da tentativa de remover o câncer, em dezembro de 2020, a doença já tinha se espalhado pelo peito, abdômen e pela região do coração de Jessica. A última esperança era a quimioterapia.

Depois de três rodadas dolorosas de quimioterapia e nenhuma mudança, a australiana desistiu de ser curada. Hoje, Jessica se concentra em aproveitar o máximo possível do tempo que lhe resta. Ela usa as redes sociais para mostrar sua rotina de vida com os filhos e o marido, e promover conhecimento sobre a doença.

Metrópoles

Postado em 19 de julho de 2022 - 12:09h