(84) 9 9986-1150

‘Lua de Sangue’: eclipse raro ocorre neste domingo no Brasil; veja como acompanhar

O primeiro eclipse lunar do ano acontece neste final de semana. E temos dois motivos para comemorar: ele será do tipo total, o mais belo; e o Brasil estará privilegiado, bem no centro da zona de observação.

Na noite de domingo (15) para segunda-feira (16), o fenômeno ficará visível em toda a América do Sul e Central, além da porção leste da América do Norte e na Antártica.

Os melhores horários para visualizá-lo do Brasil envolvem o período em que o fenômeno está na fase total: entre 00h30 (horário de Brasília) e 1h50, com a Lua ganhando uma coloração bem avermelhada. Por isso recebe o nome de “Lua de Sangue”. O pico será alcançado por volta de 1h10.

Um eclipse lunar acontece quando Lua, Terra e Sol estão alinhados, nesta ordem. Naturalmente, é uma noite comum de Lua cheia. De tempos em tempos, porém, nosso satélite se posiciona na área da sombra da Terra —devido ao ângulo de sua órbita, que não é um círculo perfeito e nem centralizado.

O fenômeno completo de agora vai durar mais de cinco horas, das 22h30 do domingo até as 3h50 de segunda-feira.

Se o céu estiver limpo, teremos uma chance rara de acompanhar todas as fases da Lua sendo encoberta pela sombra do nosso planeta, escurecendo, ficando vermelha e, depois, voltando ao brilho habitual.

Confira o cronograma:
– 22h32: eclipse penumbral –a sombra da Terra começa a tocar a face da Lua
– 23h27: eclipse parcial — a Lua vai ficando avermelhada – 00h29: início do eclipse total — Lua fica bem vermelha – 1h11: eclipse máximo — a Lua está bem no centro da sombra da Terra
– 1h53: fim do eclipse total
– 2h55: fim do eclipse parcial
– 3h50: fim do eclipse penumbral.

Com informações de UOL

Postado em 14 de maio de 2022 - 15:36h