(84) 9 9986-1150

Rio Grande do Norte recebe carregamento com 31,5 mil doses da vacina de Oxford contra Covid-19

O Rio Grande do Norte recebeu, na tarde deste domingo (24), um carregamento com 31,5 mil doses da vacina fabricada pela Universidade de Oxford em parceria com a Astrazeneca, contra a Covid-19. A aeronave da Gol pousou com o material por volta das 16h no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal.

Essas são as primeiras doses do imunizante da Oxford que chegam ao estado e se somam a 82,4 mil doses da Coronavac que chegaram na madrugada da última terça-feira (19). Ambas as vacinas são as únicas autorizadas pela Anvisa, até agora, no Brasil.

“A distribuição aos municípios será feita nesta segunda-feira e vai ocorrer da mesma maneira que ocorreu com a Coronavac. Toda a logística está pronta, com transporte através de viaturas dos Bombeiros, com escolta da PM-RN e apoio da PRF”, afirmou a governadora Fátima Bezerra (PT) em uma publicação nas suas redes sociais.

Ainda de acordo com a governadora, como a 2ª dose da AstraZeneca pode ser aplicada até 12 semanas após a primeira e “o Ministério da Saúde e a FioCruz garantiram que temos tempo hábil para receber um novo malote”, o estado vai aplicar agora todas as doses recebidas no carregamento. A vacinação deve começar na terça (26).

No caso da Coronavac, o estado distribuiu aos municípios o suficiente apenas para a primeira dose e armazena o restante para a segunda dose.

O governo do estado ainda informou que as primeiras vacinas de Oxford serão usadas ainda na imunização de trabalhadores da Saúde que atuam na linha de frente contra a pandemia.

Inicialmente, foram priorizados para vacinação no estado, com a Coronavac, trabalhadores de hospitais que atuam no atendimento de pacientes com covid-19 ou com suspeita da doença, além de idosos que moram em instituições, como asilos.

Testes

avião que transportava os dois milhões de doses da vacina de Oxford produzidas no Instituto Serum, na Índia, chegou a São Paulo na tarde desta sexta-feira (22), após o governo indiano autorizar as exportações comerciais do imunizante. O pouso ocorreu por volta das 17h20. Em seguida, o Ministério da Saúde começou a distribuição aos estados.

Ao todo, 1.523 potiguares participaram da terceira fase de testes da vacina de Oxford em Natal, a partir de setembro de 2020. Após aprovação da vacina pela Anvisa para uso no país, os mais de 750 voluntários que tomaram placebo na pesquisa começaram a ser imunizados na última quinta-feira (21).

Postado em 25 de janeiro de 2021 - 4:27h