(84) 9 9986-1150

Caso Madeleine: após 13 anos de desaparecimento, polícia fala em novo suspeito

A polícia britânica divulgou nesta quarta-feira (3) a informação de que existe um novo suspeito pelo desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann, ocorrido em 2007 em Portugal e que permanece sem solução até hoje. Trata-se de um homem alemão de 43 anos, que tinha 30 na época, e que está preso na Alemanha por um outro crime.

Madeleine desapareceu do hotel em que estava hospedada com a sua família em maio de 2007, na cidade de Lagos, na região do Algarve, em Portugal. Madeleine, que tinha apenas 3 anos, foi deixada dormindo junto com seus irmãos, também crianças, no quarto do hotel, quando seus pais foram jantar em um restaurante ao lado. Ao retornarem duas horas mais tarde, os pais notaram o sumiço da filha. Responsável pela investigação na Inglaterra, o detetive-chefe Mark Cramwell revelou ter encontrado um novo suspeito e lançou um apelo ao público. Cramwell descreveu a descoberta como um “desenvolvimento significativo” para elucidar o desaparecimento de Madeleine. Segundo o detetive, o homem tem 43 anos, 1,82 metro de altura, cabelos loiros e morava no Algarve.

Para a Scotland Yard, a chave para concluir a investigação pode estar nos dois carros que o homem alemão possuía — uma van branca e amarela e um sedã vermelho escuro — e em dois números de telefone portugueses, um que pertencia ao suspeito e outro que o telefonou na noite do desaparecimento. Um dia após o crime, a van foi registrada no nome de outra pessoa na Alemanha, o que levantou suspeitas.

Uma recompensa de 20 mil libras, o equivalente a quase R$ 130.000, foi disponibilizada pela polícia para quem fornecer informações relevantes para o caso.

CNN BRASIL

Postado em 4 de junho de 2020 - 9:47h