Sem permissão para pagar fiança, Valdemar Costa Neto é transferido para a carceragem da PF

Foto: Beto Barata/PL

Preso na manhã dessa quinta-feira (8) durante uma operação da Polícia Federal, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, foi transferido para a Superintendência da corporação, em Brasília, na noite desta quinta. À prisão dele não cabe o pagamento de fiança, segundo afirmaram ao R7 fontes da PF. Os agentes encontraram na casa do político uma pepita de ouro oriundo de garimpo e uma arma de fogo sem registro, que seria do filho dele.

Valdemar ainda passará por audiência de custódia nesta sexta-feira (9).

Inicialmente, Valdemar era alvo apenas de um mandado de busca e apreensão. Mas ele foi preso por causa do que foi encontrado em sua residência.

Fontes ligadas à investigação dizem que há dois crimes em apuração: posse irregular de arma e usurpação de minerais. A junção dos dois crimes pode tornar o caso inafiançável, explicou uma fonte da PF.

À CNN, fontes informaram que o registro da arma apreendida está em nome do seu filho e está vencido. Valdemar passou o dia na sede da PF na capital federal prestando esclarecimentos.

Com informações de CNN Brasil e R7

Fonte: Blog do BG