Preço médio da cesta natalina cai R$ 7 em 2023 em Natal, aponta Procon

O preço médio da cesta natalina caiu 1,7% em 2023 em Natal no comparativo com o ano anterior. É o que aponta uma pesquisa do Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal), divulgada nesta quarta-feira (20).

O custo médio da cesta, que conta com 60 produtos, foi de R$ 464,86 neste ano – no ano passado o valor foi de R$ 472,01, ou seja, R$ 7,15 mais caro.

Quando a comparação é feita, no entanto, com 2021, o preço médio dos produtos ficou 15,5% mais caro – ou R$ 73,11.

O Procon realiza a pesquisa com a finalidade de orientar os consumidores nas compras para as festas da ceia de Natal e fim de ano.

A pequisa de preços foi feita nas duas primeiras semanas deste mês de dezembro em 15 estabelecimentos, como hipermercados e os atacarejos da capital potiguar. Os produtos são pesquisados separadamente.

Os 60 itens pesquisados são divididos em categorias: frios, massas com panetones de chocolate, frutas e passas, proteínas de carnes e peixes, ave Chester, ave Fiesta, peru, pernil de porco, lombo de porco, bacalhau, bebidas destiladas, vinho branco, vinho tinto, espumantes e uísque, doces com chocolate, biscoito champagne, frutas secas cristalizadas e em conservas.

Um ponto informado pela pesquisa é que o custo médio da cesta de produtos natalinos nos hipermercados é maior que nos atacarejos.

Foi constatado que o preço da cesta natalina nos hipermercados custa em média R$ 480,76, e nos atacarejos os mesmos produtos têm um custo de R$ 441,45, ou seja, uma economia de R$ 39,21.

Fonte: g1 RN