Pedidos de seguro-desemprego crescem no primeiro bimestre e atingem maior número em nove anos

Foto: Getty Images

Dados do Ministério do Trabalho e Emprego mostram que o número de pedidos de seguro-desemprego cresceu nos dois primeiros meses deste ano. Com isso, as solicitações atingiram seu maior patamar para o primeiro bimestre desde 2015.

Em janeiro e fevereiro de 2024, houve 1,2 milhão de requerimentos. Com relação ao mesmo período em 2023, o número em questão equivale a uma alta de 8%.

O montante pago a essa parcela da sociedade também aumentou. Nos dois primeiros meses do ano passado, foram gastos R$ 6,1 bilhões. Já no primeiro bimestre deste ano o valor foi de R$ 7,3 bilhões.

Segundo a pasta, o “aumento se deve à rotatividade do mercado de trabalho”. Vale lembrar que, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil chegou a 7,6% no trimestre encerrado em janeiro. Este é o menor nível para o mês desde 2015.

UOL

Fonte: Blog do BG