Morre pai esfaqueado pelo filho ao negar dinheiro para ele beber no interior do RN

Morreu nesta sexta-feira (5) o pai que foi esfaqueado pelo filho ao se recusar dar dinheiro para ele comprar bebida alcoólica na cidade de Lagoa Salgada, na Região Agreste do Rio Grande do Norte.

O agricultor Francisco de Sena, de 54 anos, estava internado há mais de 20 dias no Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, na Grande Natal. A informação foi confirmada pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

Além de Francisco, o filho também esfaqueou, no mesmo dia, a mãe, Josélia Paulino de Oliveira, de 50 anos, que morreu logo após ser atacada, segundo a Polícia Militar. O caso aconteceu no dia 12 de dezembro do ano passado.

José Camilo de Oliveira Sena, de 28 anos, filho do casal, fugiu e foi encontrado morto dois dias após o crime com o corpo crivado de balas em uma estrada de terra entre as cidades de Boa Saúde e Senador Elói de Souza.

Segundo a Polícia Civil, ele era o único suspeito de ter cometido o crime contra os pais. A morte dele também passou a ser investigada.

José Camilo teria esfaqueado, com uma faca peixeira, a mãe o pai após eles se recusarem a dar dinheiro para ele comprar bebida, segundo a Polícia Militar. O crime aconteceu no dia 12 de dezembro. A mãe morreu na hora.

O crime aconteceu por volta das 20h30 do dia 12 de dezembro no Sítio Lameiro, zona rural de Lagoa Salgada. Após o crime, o suspeito fugiu.

A mãe, a agricultora Josélia Paulino, morreu no quarto da casa, antes de qualquer atendimento médico.

O pai chegou a ser internado, mas morreu em seguida.

📳Participe do canal do g1 RN no WhatsApp e receba no seu celular as notícias do estado

Fonte: g1 RN