(84) 9 9986-1150

Igreja Universal é condenada por obrigar pastor a fazer vasectomia

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar indenização a um pastor por danos morais, depois de ter obrigado o religioso a realizar vasectomia, cirurgia que deixa o homem incapaz de gerar filhos.

A decisão da 4ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), de São Paulo constatou assédio moral no caso, e estipulou uma indenização de R$ 100 mil ao pastor.

Segundo uma das testemunhas do caso, todos os pastores da igreja são obrigados a realizar vasectomia, paga pela Universal, além de assinar um documento afirmando que fizeram o procedimento por vontade própria.

A falta deste documento nos autos do processo fez com que a 17ª Vara do Trabalho de São Paulo negasse, inicialmente, o pedido de indenização. Contudo, após recurso, a relatora do caso no TRT-2 afirmou que a mesma Corte já havia analisado um outro processo semelhante, onde foi constatado que a prática denunciada pelo pastor era recorrente na Universal.

Na época, uma das testemunhas do caso que serviu de base para a atual condenação da Universal afirmou que, caso um pastor da igreja tivesse filhos, era rebaixado de cargo na igreja ou enviado para o exterior.

Metrópoles

Postado em 10 de maio de 2022 - 18:21h