(84) 9 9986-1150

Tragédia em Petrópolis: total de mortos vai a 94; bombeiros já resgataram 24 pessoas com vida

O forte temporal que caiu na tarde desta terça-feira, dia 15, em Petrópolis, na Região Serrana, deixou ao menos 94 mortos na cidade, segundo o governador Cláudio Castro.  Pelo menos 24 pessoas foram resgatadas com vida. Até o momento, são 372 desabrigados ou desalojados. 89 áreas atingidas, 26 deslizamentos e mais de 180 moradores de áreas de risco acolhidos nas escolas.

Ainda não há número oficial de desaparecidos. A prefeitura decretou estado de calamidade pública. O número de mortos pode subir em razão de pessoas que estão soterradas em vários pontos do município. O secretário da Defesa Civil e comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Leandro Monteiro, afirmou que, só no Morro da Oficina, dezenas de casas foram atingidas pela lama. Ele destacou que “há inúmeros desaparecidos”, sem precisar o número exato.

Há 90 anos que Petrópolis não via uma chuva tão volumosa em 24 horas como a que foi registrada na cidade nesta terça-feira, com um acumulado de 259 mm. Os dados são do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Nautrais (Cemaden), divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O recorde anterior era de 168,2 mm, em 20 de agosto de 1952.

O Globo

Postado em 16 de fevereiro de 2022 - 21:21h