(84) 9 9986-1150

Fiocruz alerta para possível alta de mortes com avanço da Ômicron

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) alertam que o Brasil pode viver aumento de mortes em decorrência da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, pelo que chamaram de “espalhamento” da Ômicron em locais com baixa cobertura vacinal e com poucos recursos de socorro em saúde.

Para os especialistas da Fiocruz, a combinação pode degringolar os atendimentos em hospitais e dificultar a assistência aos doentes. Já é sabido que a Ômicron é uma cepa mais contagiosa e a que mais tem causado adoecimentos.

“Ratificamos a preocupação com o espalhamento da variante Ômicron em áreas de baixa cobertura vacinal no país e com recursos assistenciais complexos precários. São condições que podem propiciar a elevação do número de óbitos por Covid-19, mesmo considerando a menor agressividade da variante agora dominante”, explica a Fiocruz, em comunicado.

O texto faz um alerta. “Como temos sublinhado, a elevadíssima transmissibilidade da variante Ômicron pode incorrer em demanda expressiva de internações em leitos de UTI, ainda que a probabilidade de ocorrência de casos graves seja mais baixa”, frisa.

Metrópoles

Postado em 12 de fevereiro de 2022 - 5:32h