Criminosos furtam cabos pelo 2º dia seguido e deixam cidade do RN sem energia por 10 horas

Pelo segundo dia consecutivo, criminosos derrubaram postes e furtaram cabos de alta tensão na Região da Costa Branca do Rio Grande do Norte. Dessa vez, 400 metros foram furtados da cidade de Guamaré, o que deixou o município sem energia por quase 10 horas.

De acordo com a Neoenergia Cosern, a população de cerca de 16 mil habitantes ficou sem energia das 20h55 da quarta-feira (28), quando aconteceu o crime, até 6h46 da quinta-feira (29).

O crime foi na mesma linha de transmissão onde, menos de 24 horas antes, na noite de terça-feira (27), criminosos haviam quebrado 6 postes e roubado 600 metros de cabos, o que deixou parte das cidades de Macau e Guamaré sem energia.

Desde então, uma geradora de energia eólica atendida em alta tensão na região está desconectada do sistema elétrico, de acordo com a Cosern.

Essa foi a sétima vez que essa mesma linha de transmissão, com 25 quilômetros de extensão entre Macau e Guamaré, foi alvo da ação dos criminosos em menos de 90 dias.

Os crimes afetaram residências, hospitais, escolas, delegacias, abastecimento de água, internet e outros serviços essenciais.

A Neoenergia Cosern informou que abriu um novo Boletim de Ocorrência e compartilhou as informações com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Desde quarta-feira, uma equipe com 42 profissionais trabalha na reconstrução da linha de transmissão entre Macau e Guamaré. O trabalho é dificultado porque alguns pontos estão alagados em função das chuvas registradas na região nos últimos dias.

A previsão de conclusão do trabalho é no final desta sexta-feira (1).

De 1º de janeiro a 28 de fevereiro deste ano, o Centro de Operações Integradas (COI) da Neoenergia Cosern registrou 225 faltas de energia provocadas por furto de cabos e de outros equipamentos da rede elétrica em todo o estado.

É possível denunciar esse tipo de crime, de forma anônima e segura, à Polícia Militar, no telefone 190, e no 116 da Neoenergia Cosern. Por questão de segurança, a população nunca deve se aproximar da rede elétrica, principalmente se ela estiver danificada pelo vandalismo.

Fonte: g1 RN