Conferência do Potengi: Evento em Natal celebra 81 anos do encontro que marcou a entrada do Brasil na 2ª Guerra Mundial

No dia 28 de janeiro de 1943, às margens do Rio Potengi, o presidente do Brasil, Getúlio Vargas, e o presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, firmaram um acordo de colaboração que marcou a entrada brasileira na 2ª Guerra Mundial. O evento ficou conhecido como ‘Conferência do Potengi’, e seus 81 anos foram celebrados neste domingo (28) no Complexo Cultural da Rampa, em Natal.

Durante a celebração, atores relembraram o encontro histórico, que debateu sobre a proteção do Atlântico Sul, o incremento da produção da borracha e outros insumos na Amazônia, fundamentais para a fabricação de material bélico pelos EUA, além da participação mais efetiva do Brasil no combate.

“Eles se encontram nas águas do Rio Potengi e consolidam toda aliança militar, transformando Natal em uma base aeronaval para o envio de suprimentos e tropas, não só para o Norte da África, como também para a Europa”, explicou o professor e historiador Henrique Lucena.

“Em 44, mandamos o primeiro pelotão, de 5 mil homens, para lutar na 2ª Guerra Mundial, nos campos da Itália. O Brasil precisa redescobrir a força expedicionária brasileira, o orgulho que nós temos desses ‘pracinhas’, que deram suas vidas pela causa da liberdade”, afirmou o empresário Augusto Maranhão, que interpretou o soldado Febiano durante a encenação.

A ocasião contou com a presença da Cônsul-geral dos Estados Unidos no Recife, que classificou a comemoração como um marco importante nas relações diplomáticas entre os dois países.

“Estamos celebrando também os 200 anos de relações diplomáticas entre os EUA e o Brasil. Um futuro brilhante, e o futuro é agora”, disse May Baptist.

A celebração também contou com a presença da Banda Marcial da Polícia Militar do RN, que entoou músicas militares e os Hinos Nacionais do Brasil e dos Estados Unidos. Muitas famílias também estiveram presentes no evento.

Fonte: g1 RN