Atletas amadores do RN vão correr maratona nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Dois atletas amadores do Rio Grande do Norte foram selecionados para correr a inédita “Marathon Pour Tous” (Maratona Para Todos), que acontecerá durante os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Somente 20.024 pessoas de todo o mundo foram selecionadas para a corrida de 42 km, que percorrerá o mesmo trajeto dos atletas de elite. A maratona será no dia 10 de agosto, com largada às 22h (horário local), por causa das altas temperaturas do verão europeu. Os atletas passarão por nove cidades: Paris – Boulogne-Billancourt, Sèvres, Ville d’Avray, Versalhes, Viroflay, Chaville, Meudon e Issy-les-Moulineaux.

O jornalista Ayrton Freire, de 28 anos, que é maratonista, demorou a acreditar que havia tirado a “sorte grande” quando descobriu que estava confirmado na maratona. Ele é apresentador do Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte.

– Quando eu vi naquele e-mail que eu havia sido selecionado para correr a Marathon Pour Tous, eu não acreditei. Eu estava no trabalho e chamei todos os amigos que estavam ao redor, fiz todos eles lerem para eu ter certeza que era aquilo mesmo. E mesmo assim eu ainda duvidei – lembrou.

A secretária executiva e triatleta Magna da Silva, de 58 anos, preferiu manter a notícia em segredo até do marido e dos filhos.

– Eu falei: ‘Isso deve ser fake, não é possível’. E também não via ninguém comentar sobre isso aqui em Natal, então fiquei muito quieta – relatou.

A incerteza teve fim quando, no último dia 24 de janeiro, os atletas finalmente tiveram acesso à plataforma oficial do evento.

– Foi uma emoção muito grande, e está sendo. Todo dia para mim é um dia olímpico – contou Magna.

Além de Ayrton e Magna, outro potiguar também vai para Paris, mas para uma prova de 10 km. A corrida também faz parte do evento Marathon Pour Tous e reunirá outros 20.024 corredores para essa distância mais curta. O empresário Juliano Araújo, de 39 anos, recebeu a notícia em janeiro e afirmou que “ter essa oportunidade de correr durante as Olimpíadas é algo fantástico”.

Fonte: g1 RN