Adolescente de 14 anos diz à polícia que matou menino de 5 anos a pedradas após ser chamada de ‘sapatão’

Foto: Arquivo pessoal

A adolescente de 14 anos apreendida por suspeita de envolvimento na morte de um menino de cinco anos em Marília (SP) confessou o crime à polícia e alegou que o cometeu após ser chamada de “sapatão” pela vítima. A menina foi encaminhada à Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa).

Uma câmera de segurança registrou os últimos momentos de Lorenzo Nunes, de cinco anos, com vida. As imagens mostram o menino junto da adolescente em uma rua de Lácio, distrito de Marília, que dá acesso à zona rural da cidade.

Conforme apurado pela TV TEM, antes mesmo de ser presa, a suspeita confessou também a outros adolescentes que matou o garoto a pedradas e que deixou seu corpo em um pasto, na zona rural do município, próximo a uma estrada de terra.

Na tarde de domingo (11), a família do garoto havia registrado um boletim de ocorrência por desaparecimento após ele ter saído para brincar pelas ruas do distrito, conhecido pela tranquilidade, e não ter retornado mais para casa.

O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, liberado. Ele foi velado no Velório Municipal de Marília. O sepultamento foi realizado na tarde desta segunda-feira (12), no Cemitério da Saudade.

A adolescente de 14 anos foi encaminhada à Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa). A Polícia Civil investiga o envolvimento de outro adolescente no crime.

Comoção

A Prefeitura de Marília decretou luto oficial de três dias, em edição extraordinária do Diário Oficial do Município publicada nesta segunda-feira.

Em nota, o município lamentou o assassinato de Lorenzo, que era aluno da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) “Amor Perfeito”, localizada no distrito de Lácio, e prestou condolências à família.

g1

Fonte: Blog do BG