(84) 9 9986-1150

Sargento do Exército é preso por matar bancário com tiro em festa

O bancário e estudante de educação física Wesley Ferreira da Nova, de 24 anos, morreu no domingo (19) após ser atingido por um tiro. Segundo a Polícia Civil, ele foi disparado por um sargento do Exército, que o identificou como Edylucas dos Santos Silva, 28. O crime aconteceu em uma boate de Uruguaiana, a 631 km de Porto Alegre.

De acordo com a Polícia Civil, Edylucas estava acompanhado da ex-namorada de Wesley na festa, o que gerou um desentendimento entre eles, quando o sargento viu o bancário conversando com a mulher.

Em depoimento, o suspeito confessou o disparo e alegou legítima defesa, mas testemunhas negaram a versão apresentada pelo sargento.

“Em um primeiro momento houve um desentendimento entre os dois em razão da ex da vítima. Nisso, o Wesley sai para uma área para fumantes, mas depois essa ex e o militar também vão. Lá, há outro desentendimento seguido do disparo. A moça namorou a vítima por quatro anos e conheceu o suspeito naquela mesma noite, horas antes do crime”, relatou o delegado Róbinson Palominion.

Jair Sampaio

Postado em 21 de junho de 2022 - 7:09h