(84) 9 9986-1150

“Seu lugar é no tronco, macaco”: bilhete racista é deixado em prédio

Um funcionário terceirizado que trabalha em um prédio residencial de Belo Horizonte (MG) encontrou bilhetes com teor racista. Ele acredita ser o alvo das ofensas por trabalhar na limpeza do local onde os papéis estavam.

Em um primeiro momento, na última quarta-feira (20/4), o homem de 25 anos registrou boletim de ocorrência acompanhado do supervisor, depois de ter encontrado o material por volta das 8h20.

“Volta pra sua jaula gorila volta pro licho (para o lixo) de analfabetos que você veio preto sujo (…). Lugar de preto não é na limpeza e na sesala (senzala)”, dizia o bilhete escrito à mão. O jovem foi remanejado de área dentro da empresa. Porém quando foi buscar os pertences no sábado (23/4) voltou a encontrar mensagens ofensivas.

“Sofra as consequências, viado, preto. Ou você sai daqui, o resto toma banho de cloro, africano. Bons tempos eram quando pessoas como você sabiam do seu lugar que é no tronco, macaco, estúpido”, dizia o bilhete.

Um segundo B.O. foi registrado por meio da síndica do edifício. “A pessoa que faz isso não tem humanidade dentro dela. Me chamou de analfabeto, mas trabalho para pagar meu curso de enfermagem“, informou o funcionário ao G1. Ele não quis se identificar.

Com informações de Metrópoles

Postado em 26 de abril de 2022 - 12:04h