(84) 9 9986-1150

Bolsonaro volta a criticar STF: “Brincando de nos controlar”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar indiretamente ministros do Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (23.fev.2022). Pediu para que 2 ou 3 “não estiquem a corda”. Deu a declaração ao lado dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Ciro Nogueira (Casa Civil) no CEO Conference, evento do BTG Pactual.

“Precisamos de paz para ter liberdade. E devemos lutar por isso. Não vai ser o chefe do Executivo que vai jogar fora das 4 linhas. Mas, por favor, 2 ou 3, não estiquem essa corda. Vocês vão ter que vir para essas 4 linhas. Afinal, todos nós temos limites”, disse o chefe do Executivo.

Bolsonaro continuou, com tom de voz alto: “Alguns poucos 2 ou 3 acham que não têm limite. Ficam brincando o tempo todo de nos controlar, de desrespeitar nossa constituição, de ferir nossa liberdade de expressão, de prender deputado”.

No evento, o presidente voltou a questionar o sistema eleitoral. “Aonde vamos chegar? Com um sistema eleitoral que você pode comprovar que não é fraudável, mas você não tem como comprovar que também que pode ser fraudado. A arma da democracia é o voto […] Queremos paz, tranquilidade”.

Aos empresários, Bolsonaro criticou a tese do Marco Temporal. “Veja o perfil dos ministros do Supremo que são favoráveis e contrários a isso. Se for aprovado, é o fim do Brasil. Essa preocupação passa obviamente por vocês que vão eleger o presidente neste ano. De acordo com perfil do presidente que assumir, ele bota mais 2 no ano que vem e vocês sabem para que lado vai pender”.

Poder360

Postado em 24 de fevereiro de 2022 - 7:24h