(84) 9 9986-1150

PF cumpre mandados de busca e apreensão em três cidades do RN em operação contra pornografia infantojuvenil

A Polícia Federal cumpre sete mandados de busca e apreensão em Natal, Extremoz e Mossoró dentro da Operação Storage de combate ao compartilhamento de pornografia infantojuvenil pela internet, na manhã desta quinta-feira (4). Cerca de 35 policiais participam da ação.

A operação é resultado de cinco investigações que tramitaram na delegacia especializada em crimes cibernéticos. Uma delas foi desdobramento da Operação Trojan deflagrada nos Estados Unidos em 2017, resultado de uma ação coordenada do FBI com a Força-Tarefa Internacional de Combate a Crimes contra Crianças.

Nessas investigações, os policiais descobriram que usuários de vários países estavam disseminando pornografia infantil por meio de um programa que permite a criação de uma rede privada de compartilhamento direto de dados. Com a Storage, a PF apurou que, em um dos inquéritos que compôs o acervo da operação, as imagens de nudez juvenil estavam sendo obtidas por meio de dissimulações e ameaças pelo Skype.

“Os investigados estabeleciam uma relação de confiança com as vítimas e as induziam a produzirem fotos e vídeos com conteúdo sexual. Depois, sob ameaça de divulgação dos arquivos, promoviam extorsões financeiras ou exigiam a produção de mais conteúdos similares”, diz a PF.

Os alvos da operação desta quinta-feira (4) poderão responder por crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, que preveem pena de até oito anos de reclusão.

G1

Postado em 4 de junho de 2020 - 8:47h