(84) 9 9986-1150

Cadelinha que nasceu sem duas patas e anda como ‘bailarina’ vira xodó de família em Mossoró

Uma cadelinha de dois anos chama a atenção por onde passa, em Mossoró, na região Oeste potiguar. Nascida sem as patas da frente, ‘Vida’ aprendeu a andar apenas com as duas patas traseiras e ganhou o apelido de ‘minha bailarina’, da sua tutora, a empresária Ceição Cabral, pela forma como anda, parecendo uma dançarina. O animal é o xodó da família.

O filho da dona Ceição, Marinaldo Rocha, pensou em sacrificá-la, ao perceber que ela tinha nascido somente com duas patas e aquilo iria trazer sofrimento. No entanto, a mãe disse que ele não tinha direito de fazer isso. Ceição afirma que não hesitou duas vezes e decidiu que o nome daquela cadelinha seria Vida.

“Ela chegou em um momento muito difícil na minha família, cheio de dúvidas. Tive coragem de ficar com ela e fui em frente, porque sabia que teria muita gente para me desencorajar e dizer que Vida não iria conseguir nem ficar em pé. Não desisti de amá-la e cuidar como se ela fosse normal e cheia de Vida”, diz.

Segundo mãe e filho, a chegada de Vida na família ensinou sobre a forma como se vê e encara as limitações, além de trazer alegria.

Além da cadelinha, Marinaldo e Ceição tem mais quatros cães. Segundo o médico-veterinário Geraldo Júnior, que acompanha ‘Vida’, a ciência ainda não determinou o que motiva a má formação, mas a suspeita recai sobre a mistura de raças.

G1RN

Postado em 23 de dezembro de 2019 - 13:50h